Lição nº 15 – Honestidade acima de tudo…

És tão bonita!! – diz a boca (pena esse nariz torto, as rugas e o mau feitio- pensa o cérebro!) Porque é tão difícil dizer-se o que se pensa? Uns dirão: para não magoar as pessoas! E desde quando ser hipócrita não magoa as pessoas? Não temos é de as ouvir a dizer: magoaste-me quando disseste isso! Mas repararam no que aconteceu neste diálogo? Cada um disse o que pensou e a honestidade prevaleceu. E não é que a seguir a um diálogo verdadeiro, independentemente, do tamanho da verdade impera um sensação de paz e tranquilidade…

Eu sei exactamente o que posso contar quando ajo desta forma: quer como ofensor, quer como ofendido e posso escolher manter ou terminar um relacionamento com alguém com base em premissas verdadeiras.
O que é que o chateia mais: dizerem-lhe com as palavras na sua cara que é antipático ou atrás das suas costas? Desde quando é que lidar com a verdade é opcional? Opcional para quem mente, porque quem leva com a mentira pode estar a ver tudo e a deixar que lhe mintam… e aí a pessoa passa por mentiroso e por parvo. A mentira tem destas coisas, acrescenta sempre pontos negativos. Eu penso que os mentirosos se convencem da eficácia da mentira pelo conforto momentâneo que esta pode trazer… mas será que eu quero passar a vida dependente de confortos efémeros? 1 min, 1 dia, 1 ano de conforto… e depois? Quando a verdade vem ao de cima (tem perna curta ,lembram-se?) e se sentirem miseráveis, desprezíveis e profundamente angustiados pelo papel de mentiroso a que se prestaram, quantos minutos, dias ou anos vai levar a “curar-SE”, a perdoar-SE? Há uma frase sábia que diz: fazer bem leva o mesmo tempo que fazer mal, você escolhe! Prefere dormir com uma consciência pesada, ou com a leveza de uma alma verdadeira? O que lhe está a faltar para ser honesto? Coragem?? Coragem de ser quem é? Está a “vender-se” com que intuito? Ganhar fãs, fama, dinheiro e afecto? Fachadas falsas constroem prédios desequilibrados… alicerces tortos levantam casas arruinadas. Você realmente quer ruir? Não será melhor crescer solidamente, emanando um magnetismo verdadeiramente sedutor.

Quem são as pessoas que mais admiramos? Um Dalai Lama ou um Donald Trump (quem fez esta escolha pode parar de ler o artigo)? Você está a construir uma Madre Teresa de Calcutá ou um Hitler (se não parou na primeira escolha e considera esta melhor pode parar aqui). Quem viveu melhor? Quem dominou o mundo, ou se dominou a si próprio e contagiou o mundo com a sua ENORME PRESENÇA? Ganhar fãs, fama, dinheiro ou afectos com mentira é ganhar NADA! Pouco mas verdadeiro é sempre melhor que nada, certo?
São escolhas diárias, respire fundo e escolha bem…

www.memetnosce.com

Categories :

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Memet Nosce